Consciência negra: campanha da Hapvida NotreDame Intermédica reforça importância do combate à discriminação – André Gomes
Siga nas redes sociais

Cotidiano

Consciência negra: campanha da Hapvida NotreDame Intermédica reforça importância do combate à discriminação

Hoje, no Brasil, 56% da população é negra, conforme o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Entretanto, dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública mostram uma triste realidade, que aponta crescimento de 67% nos registros de crimes de racismo em 2022, frente ao ano anterior.

Para reforçar a importância do combate diário a todo tipo de discriminação, a Hapvida NotreDame Intermédica lança a campanha “A transformação só acontece com a sua atitude”, alusiva ao Dia da Consciência, celebrado em 20 de novembro.

A iniciativa inclui cartilha informativa, reforço de treinamentos sobre diversidade, equidade e inclusão; vídeo elaborado pelos funcionários da instituição sobre situações cotidianas em que o racismo se expressa, além do incentivo à participação no grupo de afinidade étnico-racial da companhia.

Além do desenvolvimento da campanha, diversos dados reforçam a trajetória de evolução na cultura de inclusão da empresa: dos 66 mil colaboradores, 61% são pessoas pretas ou pardas. E mais: de todas as lideranças da instituição, 48% são pessoas negras.

“Números e metas são importantes para sabermos onde estamos e para onde vamos. Mas, acima de tudo, somos uma empresa de pessoas feita para pessoas e o nosso jeito de ser é acolher todas elas com o devido e merecido respeito”, afirma o diretor de Comunicação Corporativa e Diversidade da Hapvida NotreDame Intermédica, Ricardo Mota.

Para o executivo, os valores da companhia vão ao encontro do propósito de avançar como sociedade: “Trabalhamos para salvar vidas. Isso não é uma escolha: e sim a nossa nobre missão”, reforça.

Dentre as 1,7 mil lideranças negras da Hapvida NotreDame Intermédica, está a Head de Inovação Aberta, Ana Carolina Cândido, de 34 anos, que compartilha a sua história inspiradora de 13 anos na gestão de saúde. “Sempre tive uma inquietação pessoal por saber que muitos avanços da ciência e da tecnologia não chegavam até as pessoas. Por essa razão, comecei a enxergar na inovação a possibilidade de conectar a população às condutas assistenciais personalizadas, efetivas e remotas, quando necessárias”, informa.

Gestora do portfólio de startups desde 2021, Ana é responsável pelas ações de Inovação Aberta e Posicionamento dentro do time de Inovação e atribui a trajetória de sucesso à busca pelo autoconhecimento e a ser intencional em cada ação. “Saber quem você é, de onde você veio, conhecer a sua história, ter clareza da sua jornada e da jornada de seus ancestrais te dará mais base e força para buscar seus objetivos e passar pelos desafios do dia a dia, que são muitos. Não faça nada só por fazer, tenha a intenção de gerar mudança e transformação com os seus atos; mesmo os pequenos gestos geram movimento em grandes estruturas”, reflete.

Outra trajetória de inspiração é a da consultora de RH Eliana Santos das Neves, de 38 anos, que iniciou a jornada na empresa há nove anos como assistente e foi reconhecida por participar ativamente de todos os processos da área e evoluir constantemente.

Para a colaboradora, a cultura de inclusão e diversidade é um processo de reconhecimento, conscientização, aceitação, valorização das diferenças entre as pessoas e equidade de oportunidades. “Sinto muito orgulho em ver a empresa trilhando os caminhos da diversidade e da inclusão, trazendo a importância de falar sobre a pauta e, principalmente, demonstrar por meio de seus posicionamentos e ações o incentivo à participação e contratação de grupos diversos”, ressalta.

Para o diretor regional Valfredo Amaro, de 56 anos, a sua trajetória de mais de duas décadas é um motivo de orgulho. “Fui cliente e vendedor da Hapvida por alguns anos antes de ser colaborador, o que me ajudou a entender a qualidade do serviço, do atendimento e do acolhimento prestados”, compartilha.

Após conquistar vaga efetiva, Amaro seguiu crescendo na empresa e hoje é gestor sênior, responsável por vendas comerciais. Para o executivo, a essência da companhia é a pluralidade e a natureza acolhedora, com foco no propósito de levar saúde de qualidade por preços justos à população. “A cor de pele, a idade e a orientação sexual não impedem de se chegar a qualquer lugar nesta companhia, pois o objetivo da empresa é o trabalho com foco no cliente”, afirma.

Por fim, Mota destaca a importância da diversidade e da inclusão para a companhia e para o País: “Estamos comprometidos na construção desta nova sociedade e seguimos juntos nesta jornada de construção e conquistas”, sintetiza.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − 1 =

Publicidade
Publicidade

Notícias relacionadas

Cotidiano

O Sistema Nacional de Emprego da Paraíba (Sine-PB), a partir desta segunda-feira (20), disponibiliza 447 vagas de emprego em 12 municípios paraibanos. Em João...

Cotidiano

O primeiro passo para um termo de cooperação técnica em defesa da qualidade da informação e fomento a um laboratório de produção de pesquisas...

Cotidiano

O Sistema Nacional de Emprego da Paraíba (Sine-PB), a partir desta segunda-feira (13), disponibiliza 461 vagas de emprego, em 11 municípios paraibanos. Em João...

Cotidiano

O Conselho Regional de Medicina Veterinária da Paraíba (CRMV-PB) vai realizar em breve um concurso público para o provimento de vagas e  formação de...

Copyright © 2023 Feito com JS Dev.