Doutora Paula defende investimentos na cultura e lembra lei federal que determina 2% da receita municipal para o setor – André Gomes
Siga nas redes sociais

Política

Doutora Paula defende investimentos na cultura e lembra lei federal que determina 2% da receita municipal para o setor

Na mesma sessão, Doutora Paula ainda votou favorável ao Projeto que dispõe sobre a adoção de medidas relacionadas à proteção social e o enfrentamento à violência contra mulher

A deputada estadual Doutora Paula (Progressistas) defendeu nesta quinta-feira (18), durante sessão remota da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), investimentos na cultura, principalmente neste momento em que o setor sofre por conta da pandemia causada pelo coronavírus. A parlamentar, ao votar favorável a projeto 1.756/2020 que cria o Programa de Auxílio Emergencial para trabalhadores do setor, lembrou de uma lei federal que determina que 2% da receita de um município devem ser destinados ao segmento de Cultura.

“Agora, na gestão do prefeito José Aldemir, informo que, pela primeira vez, Cajazeiras respeita a lei de incentivo à cultura, destinando 2% de sua receita ao setor cultural do município”, declarou a deputada ao defender que o Governo da Paraíba aceite a indicação da Assembleia Legislativa para ajudar os artistas e operadores da cultura em todo o Estado.

Na mesma sessão, Doutora Paula ainda votou favorável ao Projeto de Lei nº 1.688/2020, que dispõe sobre a adoção de medidas relacionadas à proteção social e o enfrentamento à violência contra mulher no contexto do isolamento social, em razão da pandemia da Covid-19. O projeto é de autoria da deputada Camila Toscano (PSDB).

“Parabenizo a deputada Camila Toscano pela apresentação do projeto. Pesquisas recentes apontam o aumento de violência contra a mulher, nesse período de isolamento social. A mulher não pode silenciar diante de tantos casos de violência doméstica”, afirmou a deputada.

Solidariedade

Doutora Paula, ao se dirigir a deputada Camila Toscano, invocou o pensamento dos filósofos gregos Sócrates e Platão, que falam da transmigração e da imortalidade da alma, para prestar solidariedade à colega pela perda do seu genitor, o ex-deputado estadual e prefeito de Guarabira, Zenóbio Toscano. O ex-deputado faleceu no último domingo (14).

De acordo com Doutora Paula, a alma de Zenóbio transmigrou para Camila Toscano, enriquecendo a parlamentar com a experiência e sabedoria política do pai. No que diz respeito à imortalidade, de acordo com a tese de Platão, a alma é eterna, pertence ao mundo das ideias. Por essa razão, a morte atinge apenas a matéria física, isto é, o corpo.

Informe

Ainda na mesma sessão, Dª Paula participou aos colegas a notícia sobre o recente falecimento da senhora Clarice Delgado, mãe do advogado e ex-procurador da ALPB, Yanko Cirilo.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Notícias relacionadas

Política

O ponto facultativo do Dia do Servidor, comemorado tradicionalmente no dia 28 de outubro pela Prefeitura de João Pessoa, será transferido neste ano para...

Política

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) dá seguimento a uma nova pauta de distribuição de vacinas contra a covid-19. Nesta quarta-feira (20), serão...

Política

A Prefeitura de João Pessoa começa a aplicar, nesta quarta-feira (20), a D1 em adolescentes a partir de 14 anos sem comorbidade. A campanha...

Política

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), inaugura, nesta quinta-feira (21), na cidade de São José de Piranhas (PB), o...

Copyright © 2020 js freelas.