Especialista dá dicas de como se manter animado durante festas de fim de ano em meio à pandemia – André Gomes
Siga nas redes sociais

Cotidiano

Especialista dá dicas de como se manter animado durante festas de fim de ano em meio à pandemia

A pandemia do coronavírus mexeu nos festejos de final de ano dos brasileiros. Os encontros que costumavam reunir familiares de vários núcleos, deve ser evitado desta vez e o sentimento de solidão pode ser real para quem vai experimentar passar o Natal longe das tradicionais companhias. Ainda assim, há como aproveitar essa data especial sem colocar a saúde em risco.

A orientação é da psicóloga do Hapvida em João Pessoa, Michelle Costa. Ela explica que a tecnologia pode ser uma alternativa para amenizar a sensação de estar sozinho. “O caminho é buscar a companhia das pessoas que mais gostamos, seja amigos ou parentes, de forma virtual”, ressaltou.

Ainda conforme a especialista, além de aproximar quem está longe, a tecnologia também garante ótimos passatempos. “É possível usá-la para levantar o astral: assistindo lives, cantando em karaokê, são muitas opções; tudo é válido para mudar a rotina e absorver uma nova energia”, sinaliza.

Se ainda assim, for difícil manter a animação, o caminho para se alegrar é reativar as memórias e torcer para que tudo possa se repetir em breve. “A lembrança dos momentos agradáveis em família, com amigos deve ser resgatada”, aconselha a psicóloga, que aponta ainda que realizar atividades prazerosas ou comer algo que gosta, ajuda a minimizar a sensação de solidão.

Michelle também alerta para que algumas atitudes sejam evitadas, pois podem reforçar a sensação de estar só: não querer manter interações, ainda que virtuais, e se manter apático e sem ânimo para fazer o que precisa ser feito pode piorar a situação.

Depressão durante o isolamento

Um estudo divulgado pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) apontou que os fatores de risco para o aumento do estresse e ansiedade durante a quarentena são alimentação desregrada, doenças preexistentes, ausência de acompanhamento psicológico, sedentarismo e a necessidade de sair de casa para trabalhar. Já para depressão, as principais causas são idade mais avançada, ausência de crianças em casa, baixo nível de escolaridade e a presença de idosos no ambiente doméstico.

Dicas para se animar no Natal deste ano:
– Assista lives, interaja com pessoas queridas nas redes sociais e chamadas de vídeo;
– Faça uma comida que goste e aproveite o momento;
– Lembre dos momentos que viveu com amigos e familiares e se alegre por cada um deles;
– Não esqueça que você é sua melhor companhia

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Notícias relacionadas

Cotidiano

Jhonny Diniz, de 12 anos, natural de Princesa Isabel, na Paraíba, chegou no melhor estilo sertanejo ao palco do programa The Voice Kids e...

Cotidiano

O aumento constante no preço da carne bovina e de frango tem levado consumidores a buscar alternativas, na hora das compras. Mas, no prato,...

Cotidiano

O golfinho da espécie cabeça-de-melão, que foi encontrado morto, na manhã desta quarta-feira (16), na Praia de Formosa, em Cabedelo, será usado em ações...

Cotidiano

Entre os dias 14 e 22 de junho o professor Bruno Lira vai oferecer uma semana de aulas e simulados gratuitos sobre legislação para...

Copyright © 2020 js freelas.