Evaldo Cruz pede exoneração da Sudene desde julho e aguarda resposta do ministro Rogério Marinho – André Gomes
Siga nas redes sociais

Política

Evaldo Cruz pede exoneração da Sudene desde julho e aguarda resposta do ministro Rogério Marinho

O paraibano titular da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), Evaldo Cruz, pediu exoneração do cargo. Ele ocupava o posto desde março do ano passado e encaminhou o pedido de exoneração em 28 de julho deste ano. Apesar do pedido ainda não ter sido oficializado pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, o desligamento deve ser divulgado nos próximos dias.

“Foi um grande desafio gerir a Sudene, em um momento completamente adverso trazido pela pandemia da covid-19, mas entrego o cargo com o sentimento de dever cumprido. Reposicionamos a Sudene em seu lugar de órgão de planejamento, com entregas efetivas e fomento a novos investimentos, essenciais à economia nordestina”, afirmou, em nota.

Ao longo de um ano e meio à frente da autarquia, Evaldo contemplou a Paraíba com recursos e iniciativas que, através dos projetos e atrações de negócios, aplicarão mais de R$ 10 bilhões no Estado, fomentando o desenvolvimento, através da capacitação, geração de emprego e pesquisas. Quando finalizados, serão gerados mais de seis mil empregos diretos e indiretos para o estado.

Entre as ações, estão a rede de transmissão de energia entre Campina Grande e João Pessoa – onde serão investidos R$ 360 milhões; a fábrica de painéis solares na capital, considerada a maior da América Latina, que conta com investimento do FNE e FNDE e tem Carta Consulta de R$ 30 milhões. A chegada da CAB Mortos à Campina Grande tem R$ 60 milhões aplicados pela Sudene, bem como a Fábrica de Móveis da Empresa K1, que conta com recursos do FDNE – Fundo de Desenvolvimento do Nordeste de R$ 80 milhões de reais. A Superintendência também financiou um projeto para melhoramento genético da Palma Forrageira, disponibilizando R$ 479 mil para pesquisas, em uma parceria com o Instituto Nacional do Semiárido (INSA), que deve fortalecer a atividade pecuária na região.

Além disso, a Superintendência foi responsável pela vinda da CSN Cimentos à Paraíba, com a compra da Elizabeth Cimentos em Alhandra – PB e da Lafarge em Caaporã, que conta com investimentos de mais de R$ 2 Bilhões de reais.

O deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) destaca que a gestão de Evaldo garantiu a implementação dos valores e ações para a Paraíba, que recebeu um olhar atento ao longo de sua atuação na Sudene. “Nada disso teria acontecido se ele não estivesse lá. Foi muito importante para a Paraíba. Geramos empregos direitos e indiretos, atraímos empresas para se instalarem aqui, apoiamos ações do Governo do Estado e de municípios, foi feito um trabalho muito competente”, pontuou.

Sobre Evaldo

Evaldo Cavalcanti da Cruz Neto foi nomeado pelo Governo Federal em ato publicado na edição extra do Diário Oficial da União em 3 de março de 2020. Nascido em João Pessoa, o paraibano Evaldo Cruz Neto tem 34 anos. É advogado, tem pós-graduação na área jurídica e cursa MBA em Liderança do Setor Público. Também possui cursos na área de Gestão Pública, com foco no manejo de recursos federais.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Publicidade
Publicidade

Notícias relacionadas

Política

Com o objetivo de cuidar da saúde das crianças, a Prefeitura de João Pessoa vai realizar, neste domingo (26), mais um ‘Dia D’ de...

Política

O pré-candidato a deputado federal, Antônio Cristovão Neto (Queiroguinha), vem consolidando cada vez mais seu projeto de chegar a Câmara nas eleições de outubro....

Política

O “Olê, olê, olê, olá, Lula, Lula”  ecoou no Parque do Povo durante o show da cantora Juliette, na noite desta sexta-feira (24), dia...

Política

Deputadas cobraram a efetiva implementação da lei aprovada em 2021 que estabelece regras para prevenir e reprimir a violência política contra a mulher (Lei...

Copyright © 2020 js freelas.