Fim de ano: psicóloga ensina a construir novos hábitos em 2024 – André Gomes
Siga nas redes sociais

Cotidiano

Fim de ano: psicóloga ensina a construir novos hábitos em 2024

É comum que a construção de novos hábitos esteja entre as metas de um ano que se inicia, mas, passadas as festividades, nem sempre os planos são colocados em prática. A psicóloga da Hapvida NotreDame Intermédica, Ivana Teles, destaca cinco pontos fundamentais para criar hábitos que geram mais qualidade de vida e saúde mental.

O primeiro ponto, conforme Teles, é a criação de uma rotina. Ter horários estabelecidos para cada atividade faz toda a diferença na produtividade, gestão do tempo e qualidade de vida. “Sem a rotina, tudo pode virar um grande caos”, aponta.

O autocuidado também é necessário e deve ser individualizado, sendo feito conforme o que for importante para a pessoa. Um banho demorado, um momento para assistir algo que goste, um tempo com amigos ou qualquer coisa que traga bem-estar.  “O importante é fazer algo que faça sentido para você”, recomenda.

Outra orientação da psicóloga é organizar o horário de sono. Além de  propiciar a recuperação física, um bom descanso à noite traz benefícios para a saúde mental, melhora o desempenho do cognitivo, o controle do peso, equilibra os hormônios e aumenta a resistência a doenças. “Sem dormir direito, acordamos mais propícios a estresse e irritação, sendo prejudicial para toda a nossa saúde”, ressalta.

A prática esportiva é item essencial para quem quer cuidar do corpo e mente em 2024.  A especialista ressalta que a atividade física é poderosa no controle de estresse e ansiedade. “Ajuda muito a descarregar emoções, fora a melhora no bem-estar e o aumento da sensação de prazer”.

Pode parecer inofensivo, mas o tempo de tela também deve ser controlado entre adultos para uma rotina mais eficiente e sem distrações. O uso excessivo do celular pode favorecer distúrbios de sono, fadiga visual e problemas de saúde mental. “O tempo de tela é resultado de uma busca constante em prazer, mas pode acabar gerando mais ansiedade e irritação”, explica.

As medidas devem funcionar em caráter preventivo, mas em caso da saúde mental já estar debilitada, a psicóloga da Hapvida NotreDame Intermédica orienta a procura por um profissional habilitado. “Um psicólogo ou psiquiatra podem ser fundamentais para iniciar melhor um novo ano e isso não é nenhuma frescura; é um ato de amor próprio e autocuidado”, conclui.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 3 =

Publicidade
Publicidade

Notícias relacionadas

Cotidiano

O Sistema Nacional de Emprego da Paraíba (Sine-PB) oferta, a partir desta segunda-feira (15), 533 vagas de emprego, em 10 municípios paraibanos. Em João...

Cotidiano

A médica Annelise Meneguesso, candidata a conselheira titular do Conselho Federal de Medicina (CFM) pela Paraíba, participou do podcast do Sindicato dos Médicos (Simed-PB)...

Cotidiano

A advogada especialista em direito tributário, Sheila Sodré, participou do lançamento do livro ‘Nós, o Reencontro’ no Centro Cultural Ariano Suassuna, do Tribunal de...

Cotidiano

De forma inédita, a Fundação Napoleão Laureano (FNL) recebeu a imprensa paraibana na ‘Manhã da Transparência HNL’, com a entrega do Relatório de Governança...

Copyright © 2023 Feito com JS Dev.