Invasão do Congresso – André Gomes
Siga nas redes sociais

Nota

Invasão do Congresso

Sem mandato desde que passou a faixa presidencial para Jair Bolsonaro em janeiro de 2019, o ex-presidente Michel Temer (MDB) está longe de ser figura esquecida na política. Aos 80 anos, o emedebista segue como um forte articulador nos bastidores, tem sido um conselheiro para aliados e até integrantes do atual governo.

Em entrevista ao R7, Temer avaliou a situação enfrentada pelo Brasil atualmente, disse “não ser útil” tantos cargos ocupados por militares no governo, criticou a possibilidade de volta do voto impresso e tratou sua prisão, em março de 2019 no âmbito da Operação Lava Jato, como um “sequestro”.

Sobre a possibilidade de golpe por parte do presidente Bolsonaro, Temer considera não ser viável, avaliando que Bolsonaro não teria apoio das Forças Armadas. Apesar da aposta, o emedebista acredita que o Brasil pode enfrentar cenas de invasão ao Congresso Nacional, assim como ocorreu nos Estados Unidos com a derrota de Donald Trump, caso Jair Bolsonaro saia derrotado nas urnas no ano que vem.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Publicidade
Publicidade

Notícias relacionadas

Nota

O deputado federal e pré-candidato a senador, Aguinaldo Ribeiro (Progressistas), recebeu um alerta do deputado estadual Raniery Paulino (Republicanos). Raniery disse que se chegar...

Nota

Pré-candidato ao Senado, o deputado federal Efraim Filho (União Brasil) afirmou ter recebido do Republicanos a garantia de que o apoio está mantido. “Tal...

Nota

Chega ao fim o reinado da família Feliciano no comando do PDT na Paraíba. Após a saída do deputado Damião Feliciano da legenda, a...

Nota

Já são 10 os magistrados da Justiça Estadual da Paraíba que se averbam suspeitos da tarefa de julgar processo da Operação Calvário contra o...

Copyright © 2020 js freelas.