Pescadores artesanais, marisqueiras e agricultores têm redução de até 87% na renda devido à pandemia – André Gomes
Siga nas redes sociais
Publicidade

Política

Pescadores artesanais, marisqueiras e agricultores têm redução de até 87% na renda devido à pandemia

No Dia do Trabalho, comemorado neste sábado (1º), o deputado estadual Jutay Meneses (Republicanos) destacou a atuação dos pescadores artesanais, marisqueiras e agricultores familiares. Esta última categoria chegou a perder 87% da sua renda e os trabalhadores que atuam com a pesca 60%. “Pescadores e agricultores são responsáveis pela maior parte da comida que chega a nossas mesas, mas eles estão sofrendo com a pandemia e precisamos encontrar alternativas para assegurar renda para esses trabalhadores”, disse o parlamentar.

Com a pandemia e a suspensão das atividades presenciais nas escolas, a compra e a distribuição desses alimentos foram muito impactados. Um estudo feito pelo Fórum Brasileiro de Soberania e Segurança Alimentar mediu o prejuízo para a agricultura familiar. Eles usaram como base comparativa um grupo de 4,5 mil produtores de 108 municípios brasileiros. Em 2019, eles venderam para o PNAE R$ 27 milhões. Já em 2020, até setembro, quando foi concluída a pesquisa, a rentabilidade foi de apenas 3,6 milhões, ou seja, uma redução de 87%. “É importante que os gestores públicos dediquem pelo menos 30% dos recursos para compra de alimentos à agricultura familiar”, defendeu.

Já a piscicultura brasileira cresceu 5,93% em 2020 com 802.930 toneladas produzidas, conforme dados do Anuário 2021 da Associação Brasileira da Piscicultura (PeixeBR). Esse crescimento não é visto entre os pescadores artesanais, que vendem seus produtos nas praias, em bares e restaurantes, estabelecimentos que fecharam ou tiveram redução de clientes na pandemia. “Defendemos a compra desses produtos pelo Poder Público para distribuir com a população e também garantir segurança alimentar”, disse.

Jutay tem a defesa de pescadores e agricultores como bandeira de luta do seu mandato.

Entre as leis de sua autoria está nº 9.996/13, que institui a Semana Estadual da Pesca e o Dia Estadual da Aquicultura. A propositura tem por finalidade promover o aprimoramento das técnicas de pesca, incentivando a preservação de espécies marítimas e o período de reprodução; conscientizar o pescador de sua importância, como fonte da crescente economia; sensibilizar os diversos segmentos da sociedade sobre o papel e a respectiva importância do pescador.

Já no setor da agricultura, o republicano tem defendido a criação de ações que fortaleçam os trabalhadores da agricultura familiar da Paraíba, tendo em vista que esta tem sido uma das áreas mais afetadas durante a pandemia da covid-19.  “Este é um assunto que venho debatendo com a finalidade de encontrarmos mecanismos para reforçar e estimular a compra direta com o agricultor familiar, para que a população tenha acesso aos alimentos de forma fácil e o agricultor não necessite gastar o pouco que conquista para comercializar seus produtos”, frisou o parlamentar.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Notícias relacionadas

Política

O deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) defende que estudantes de cursos da Saúde, que tenham maior exposição ao coronavírus, sejam inseridos no Plano...

Política

O deputado federal Wilson Santiago emitiu uma nota na manhã desta sexta-feira (7) comentando seu afastamento da direção estadual do PTB e também sobre...

Política

O Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) resolveu afastar o deputado federal Wilson Santiago do comando da legenda na Paraíba. Tudo devido a votação do referente...

Política

O Selo Social “Prefeitura Parceira das Mulheres”, promovido pelo Governo do Estado, teve 85 prefeituras selecionadas na sua segunda edição. Com o tema voltado para a “Igualdade Étnico-Racial”, o...

Copyright © 2020 js freelas.