Ruy Carneiro denuncia retenção de dinheiro de hospitais pela Prefeitura de João Pessoa – André Gomes
Siga nas redes sociais

Política

Ruy Carneiro denuncia retenção de dinheiro de hospitais pela Prefeitura de João Pessoa

Os recursos foram obtidos com a atuação dele de outros parlamentares paraibanos, diretamente para principais hospitais filantrópicos da Capital

A prefeitura de João Pessoa está retendo os pagamentos dos hospitais Padre Zé, São Vicente de Paulo e Napoleão Laureano. A denúncia, feita pelo deputado federal Ruy Carneiro, nesta segunda-feira (1), detalha que mais de R$ 6 milhões, em emendas e proposições de parlamentares, poderiam estar servindo para cuidar da saúde da população, mas estão parados no cofre da prefeitura ou sendo usados com outra finalidade. Este contingenciamento tem prejudicado o atendimento às pessoas, são muitos pacientes sem tratamento e os próprios funcionários correm risco de não receber seus salários.

Os recursos, explicou Ruy Carneiro, foram obtidos com a atuação dele de outros parlamentares paraibanos, diretamente para principais hospitais filantrópicos de João Pessoa. Valores que já foram integralmente transferidos pelo governo federal, mas ainda não repassados pela prefeitura. “Desde dezembro o município está segurando esses mais de R$ 6 milhões. Enquanto os serviços estão prejudicados e as pessoas com tratamentos atrasados. A manutenção dos hospitais está mais cara, por conta da pandemia os preços dos insumos subiram. Afora o risco de não poder pagar a folha de funcionários. É um absurdo um gestor fechar os olhos para esta realidade”, exclamou o deputado.

O deputado especificou que o Napoleão Laureano aguarda receber R$ 2,45 milhões de reais; o São Vicente de Paulo, outros R$ 2,56 milhões, e o Padre Zé depende do recurso de R$ 1,1 milhão para seguir funcionando.

“Quem tem câncer não pode deixar o tratamento para depois, quem faz hemodiálise tem pressa”, disse Ruy Carneiro. E completou: “Seria bom alguém avisar o prefeito que os preços de tudo na área médica subiram. E o dinheiro que já era necessário para o custeio, hoje é que está fazendo ainda mais falta. A prefeitura tem que se explicar e liberar esses recursos imediatamente”, arrematou.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Notícias relacionadas

Política

O ponto facultativo do Dia do Servidor, comemorado tradicionalmente no dia 28 de outubro pela Prefeitura de João Pessoa, será transferido neste ano para...

Política

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) dá seguimento a uma nova pauta de distribuição de vacinas contra a covid-19. Nesta quarta-feira (20), serão...

Política

A Prefeitura de João Pessoa começa a aplicar, nesta quarta-feira (20), a D1 em adolescentes a partir de 14 anos sem comorbidade. A campanha...

Política

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), inaugura, nesta quinta-feira (21), na cidade de São José de Piranhas (PB), o...

Copyright © 2020 js freelas.