Terezinha Domiciano defende pagamento imediato de auxílio para alunos e revisão de cobrança no Restaurante Universitário – André Gomes
Siga nas redes sociais

Política

Terezinha Domiciano defende pagamento imediato de auxílio para alunos e revisão de cobrança no Restaurante Universitário

Criar um auxílio para que os alunos em situação de vulnerabilidade recebam uma bolsa logo após sua admissão na universidade e revê a cobrança por refeição dentro do Restaurante Universitário. Essas são propostas apresentadas pela Chapa I – “UFPB: Inovação com inclusão”, encabeçada pelas professoras Terezinha Domiciano e Mônica Nóbrega, que concorrem à Reitoria da instituição.

Terezinha destaca que a universidade tem um papel social e precisa acolher melhor os estudantes que não têm condições de se manter. “Eu escutei um relato muito forte de um aluno que me contou que passou uma semana morando na rua para poder ter acesso ao primeiro benefício da universidade. É isso que queremos para os nossos jovens? Precisamos mudar”, afirmou.

A candidata a reitora listou que entre as propostas para a disputa, está publicar um edital para o ‘Auxílio Acolhimento’, permitindo que alunos recebam uma bolsa logo após sua admissão na universidade e não apenas com 150 a 180 dias como acontece hoje. “Já será automático, chegou e nós iremos disponibilizar recursos para que ele possa ter a sua bolsa”, explicou.

Também são propostas da Chapa I promover melhorias no Restaurante Universitário e nas Residências. “Eu fui presidente da primeira residência universitária de Patos. Se não fosse a Residência e o Restaurante universitário certamente eu não teria terminado meu curso e eu não estaria aqui. Eu sei na pele quais são as demandas dos alunos”, relatou.

Obras inacabadas

Terezinha Domiciano destacou que sua meta é trabalhar com planejamento estratégico, mas existem assuntos urgentes que precisam ser solucionados de imediato como por em prática um Plano Emergencial de infraestrutura da Universidade (são 34 obras inacabadas, além de precariedade de estrutura em salas de aulas, laboratórios, entre outros espaços), criação de áreas de lazer e esporte, além de ter ações de segurança dentro dos campi, utilizando qualificação e inteligência.

A Carta programa da Chapa I tem sete eixos principais, sendo eles: Gestão Acadêmica, Política de Gestão de Pessoas e Qualidade de Vida, Gestão administrativa, Infraestrutura e Sustentabilidade, Gestão da Comunicação e Informação, Sistemas de Bibliotecas e Hospitais Universitários. O grupo defende educação pública, gratuita, de qualidade, laica, socialmente referenciada e humanizada, voltada para a sociedade em transformação. Para por em prática o plano, seguirão as diretrizes: cidadania, governança, transparência, responsabilidade social , inovação e Inclusão/diversidade.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 − dois =

Publicidade
Publicidade

Notícias relacionadas

Política

O governador João Azevêdo recebeu, nesta quinta-feira (23), em João Pessoa, o embaixador de Portugal no Brasil, Luís Felipe Faro, ocasião em que apresentou...

Política

As principais regras para as Eleições municipais deste ano serão abordadas no Workshop Eleições 2024, que será realizado no próximo dia 28 de maio,...

Política

O Tribunal de Contas do Estado vai criar um grupo de trabalho para analisar os indicadores do Estado em relação ao alto índice de...

Política

O governador João Azevêdo anunciou a antecipação do pagamento da primeira parcela do décimo terceiro salário para todos os servidores públicos estaduais, que será...

Copyright © 2023 Feito com JS Dev.