Uso de etanol evitou emissão de 406.425 toneladas de CO2 na Paraíba; Tovar debate ‘Agenda da Mobilidade Sustentável’ – André Gomes
Siga nas redes sociais

Política

Uso de etanol evitou emissão de 406.425 toneladas de CO2 na Paraíba; Tovar debate ‘Agenda da Mobilidade Sustentável’

Em 2023, na Paraíba, foram usados 753.575.313 litros de gasolina, o que gerou 1.544.829 toneladas de CO2. O etanol evitou a emissão de 406.425 toneladas de CO2, pois seu consumo foi de 328.242.654 litros, segundo dados do Sindicato da Indústria da Fabricação do Álcool no Estado da Paraíba (Sindalcool-PB). Para debater a sustentabilidade do setor, a entidade realizou nesta quarta-feira (24) o evento intitulado ‘Agenda da Mobilidade Sustentável’, um dos temas defendidos e abordados pelo deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB) na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB).

Tovar participou do evento e destacou a importância de impulsionar o setor, destacando que uso do etanol é crucial para reduzir a emissão de carbono. “Essa é a forma mais rápida de descarbonização. A Paraíba conta com uma frota total de 1.593.744 veículos. O uso da gasolina e do diesel representa emissões superiores a três milhões de toneladas de emissões de CO2 em nossas estradas e ruas e precisamos mudar essa realidade. Esse debate promovido pelo Sindalcool-PB é fundamental para chamar a atenção da sociedade para essa realidade”, disse.

Entre os temas debatidos estavam: iniciativas da indústria automobilística para a descarbonização da mobilidade; tecnologias de inovação para a mobilidade sustentável; o papel da academia na pesquisa e desenvolvimento para a mobilidade sustentável; os desafios e oportunidades para o desenvolvimento de cidades sustentáveis; as experiências de João Pessoa e Cabedelo na promoção da mobilidade sustentável; as tendências da mobilidade sustentável no Brasil e no mundo; e a agenda da mobilidade sustentável no Estado da Paraíba.

O evento contou com a participação de políticos, secretários municipais e estaduais, além de convidados como Plínio Nastari, diretor da consultoria agrícola Datagro e especialista no mercado de biocombustíveis; João Irineu, diretor de Compliance de Produtos da Stellantis South America, um dos maiores conglomerados automotivos do mundo; e Sálvio Dino, assessor jurídico do Sindicanalcool -MA/PB e coordenador do Fórum de Educação Ambiental do Maranhão.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 1 =

Publicidade
Publicidade

Notícias relacionadas

Política

A Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup) conclama prefeitos e prefeitas da Paraíba a votarem na ‘chapa da renovação’, na eleição da...

Política

A 2ª Câmara do Tribunal de Contas da Paraíba, reunida na manhã desta terça-feira (20), impôs ao prefeito de Cacimba de Areia, Paulo Rogério...

Política

Os parlamentares estaduais aprovaram, nesta terça-feira (20), o projeto de lei 895/2023 de autoria da deputada Camila Toscano (PSDB), que institui a Campanha de...

Política

“É difícil viver em uma área de risco, principalmente na beira do rio”. O desabafo é da dona de casa Cleide Ambrósio, que vivia...

Copyright © 2023 Feito com JS Dev.