A cada 100 litros de água tratada quase 40 litros se perdem; projeto cria Campanha Permanente de Conscientização – André Gomes
Siga nas redes sociais

Política

A cada 100 litros de água tratada quase 40 litros se perdem; projeto cria Campanha Permanente de Conscientização

A cada 100 litros de água captada da natureza e tratada para se tornar potável, quase 40 litros se perdem. Os dados são de um estudo do Instituto Trata Brasil feito em parceria com a Water.org e que revelou que o desperdício de água aumentou pelo terceiro ano seguido no Brasil.

Pensando na utilização consciente, o deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB) apresentou na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) o projeto de Lei 2.989/21 que institui na Paraíba a Campanha Permanente de Conscientização sobre o uso da água. O objetivo é promover ações educativas para informar a população sobre sua utilização adequada.

O parlamentar lembra que dentre os recursos naturais disponíveis ao homem, a água é o mais importante, uma vez que é insubstituível à vida na terra.

“Precisamos conscientizar a população sobre a importância da economia da água no quesito sustentabilidade, incentivando mudanças de hábitos e práticas, bem como o uso racional, evitando assim o desperdício. Portanto, é necessário que o Poder Legislativo Estadual institua a Campanha de Conscientização permanente sobre o uso da água como forma de política pública a ser implementada para informar e conscientizar a população”, defendeu o deputado.

De acordo com o projeto, as definições dos conteúdos, bem como as formas de publicidade da Campanha Permanente de Conscientização sobre o uso da água, ficarão a cargo dos órgãos competentes do Poder Executivo. Já as despesas decorrentes da execução da lei correrão por conta das dotações orçamentárias próprias.

Tovar tem como bandeira de luta a segurança hídrica e também desenvolve ações educativas de uso consciente da água. Ele defende a implantação de projetos de irrigação na Paraíba, utilizando as águas do Rio São Francisco e a construção do terceiro eixo do Projeto de Integração do São Francisco (Pisf). Por diversas vezes,  esteve em Brasília em busca de apoio para essas iniciativas.

“Precisamos desenvolver projetos e garantir que as águas da transposição sejam utilizadas de uma forma eficiente e que gere emprego e renda por onde passa. Temos que garantir o desenvolvimento do nosso Estado e isso só é possível pelo uso racional e eficiente das águas do Rio São Francisco, que passam por diversos municípios”, disse Tovar.

Mais dados

Em 2018 (dados mais recentes), a perda de água potável chegou a 6,5 bilhões de metros cúbicos de água, o equivalente a 7,1 mil piscinas olímpicas desperdiçadas por dia. Além disso, como essa água não foi faturada pelas empresas responsáveis pela distribuição, os prejuízos econômicos chegaram a R$ 12 bilhões, o mesmo valor dos recursos que foram investidos em água e esgoto no Brasil durante todo o ano.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Publicidade
Publicidade

Notícias relacionadas

Política

Levantamento da Confederação Nacional de Municípios (CNM) feito com 2.469 prefeituras mostra cenário do desabastecimento de medicamentos nas cidades. A pesquisa constatou que mais...

Política

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (4), durante sessão deliberativa virtual, proposta que estabelece regras para os concursos públicos para contratação...

Política

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou proposta que estabelece punição para quem aplica golpes por meio das redes sociais. A pena será maior...

Política

A Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup) participou, nesta quarta-feira (3), da entrega do Selo Social “Prefeitura Parceira das Mulheres” para 44...

Copyright © 2020 js freelas.