Com 77% de católicos e 15% de evangélicos, Paraíba poderá ter Dia Estadual do Cristão – André Gomes
Siga nas redes sociais

Política

Com 77% de católicos e 15% de evangélicos, Paraíba poderá ter Dia Estadual do Cristão

Levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que mais de 85% da população brasileira se declara cristã: são 166 milhões de pessoas que se declaram católicas ou evangélicas. Os números mostram ainda que a Paraíba é o terceiro estado do Brasil em número de católicos, com 77% da sua população. Os evangélicos somam 15%. Pensando no fortalecimento do número de cristãos no estado, o deputado Jutay Meneses (Republicanos) apresentou na Assembleia Legislativa o projeto de Lei 3.828/2022, que institui na Paraíba o Dia Estadual do Cristão, a ser celebrado anualmente no dia 21 de janeiro, ficando incluída no calendário oficial do Estado.

“O projeto atende, portanto, um critério de alta significação, diante da homenagem realizada ao maior segmento religioso existente no País. Os valores religiosos, éticos e morais constituem fundamento de alta expressão na constituição da sociedade brasileira, sendo oportuna a instituição de uma data comemorativa que os exalte e promova seu fortalecimento, a par das comemorações litúrgicas específicas próprias de cada segmento cristão”, destacou o deputado.

De acordo com Jutay, a data escolhida para comemorar o Dia do Cristão leva em consideração a relevância do dia 21 de janeiro, Dia Mundial da Religião. Por isso, se propôs a instituição dessa data como o Dia Estadual para celebrar os cristãos, como momento unificador de toda a comunidade na Paraíba.

Estado Cristão

Ainda segundo os dados do IBGE, o Censo 2010 apontou que a Paraíba possui 77% de católicos, 15% de evangélicos, 2% de outras religiões e 6% da população declarou não ter religião. “Somos um estado de profunda religiosidade e com inúmeros exemplos de manifestação da fé cristã”, comentou o parlamentar.

Em distribuição por Estados, a Paraíba perde apenas para o Piauí (85% de católicos, 10% de evangélicos, 2% outras religiões e 3% sem religião), e para o Ceará (79% de católicos, 15% de evangélicos, 2% outras religiões e 4% sem religião).

História

O deputado destacou ainda que sob a ótica da História, não se pode deixar de reconhecer o papel que teve o Cristianismo desde os primórdios de nossa colonização. “Na verdade, nascemos sob a égide da civilização cristã ocidental, representada, de início, pela influência portuguesa. Não nos esqueçamos, também, que um dos primeiros atos do colonizador foi a celebração da primeira missa, no dia 26 de abril de 1500, marcando a presença religiosa cristã no território conquistado”, ressaltou.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Publicidade
Publicidade

Notícias relacionadas

Política

Com o objetivo de cuidar da saúde das crianças, a Prefeitura de João Pessoa vai realizar, neste domingo (26), mais um ‘Dia D’ de...

Política

O pré-candidato a deputado federal, Antônio Cristovão Neto (Queiroguinha), vem consolidando cada vez mais seu projeto de chegar a Câmara nas eleições de outubro....

Política

O “Olê, olê, olê, olá, Lula, Lula”  ecoou no Parque do Povo durante o show da cantora Juliette, na noite desta sexta-feira (24), dia...

Política

Deputadas cobraram a efetiva implementação da lei aprovada em 2021 que estabelece regras para prevenir e reprimir a violência política contra a mulher (Lei...

Copyright © 2020 js freelas.