Concurso de Bayeux é suspenso pelo Tribunal de Contas da Paraíba – André Gomes
Siga nas redes sociais

Política

Concurso de Bayeux é suspenso pelo Tribunal de Contas da Paraíba

O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE PB) decidiu suspender cautelarmente (temporariamente) o concurso público da Prefeitura de Bayeux atendendo solicitação de Douglas Rodrigues Queiroz Feitosa que acusa o Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro (Idib) de não se enquadrar na fundamentação da contratação escolhida pelo processo administrativo da Prefeitura.

O denunciante, no entanto, é diretamente ligado à Facet, entidade que atua como banca organizadora de concursos locais, ou seja, trata-se de concorrente do Idib, com indisfarçável interesse comercial. Exatamente pela mesma modalidade de Bayeux – dispensa de licitação -, o Idib foi contratado pelo Exército do Brasileiro, Ministérios da Economia e Justiça, Departamento Penitenciário Nacional (Depen), Governo de Pernambuco, Polícia Militar da Paraíba, além de diversos órgãos e prefeituras.

A TCE tem caráter preventivo enquanto abre processe para apurar as acusações. O Idib entrará com recurso no Tribunal, encaminhando informações para o conselheiro do caso, apresentando, dentre outros documentos, atestados de capacidade técnica e contratações em formato idêntico. Todos passaram pelo crivo do parecer jurídico da Advocacia Geral da União (AGU), convalidando sua capacidade técnica, capacidade jurídica e inquestionável reputação com atestados elogiosos ao final de cada certame.

Os gestores da banca estão confiantes de que provarão a lisura do processo, restabelecerão a verdade e, finalmente, poderão dar continuidade ao certame, atendendo milhares de pessoas que se inscreveram para disputar as 568 vagas de contratação imediata oferecidas pela Prefeitura de Bayeux.

Sobre o Idib

O Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro (Idib) tem parcerias com órgãos e instituições de todo o território nacional e status que o credenciam como uma instituição sólida, respeitada e inovadora, uma das maiores bancas organizadoras de concursos públicos no país. Pioneiro na utilização de biometria digital e facial para a identificação de candidatos e redução de fraudes, conta com um aparato de segurança que inclui câmeras de alta definição com monitoramento 24h, sistema anti-hackeamento, detectores de metal, malotes de segurança lacrados impermeáveis e resistentes ao fogo, fragmentadoras, portas blindadas, comunicação por rádio amador e bloqueadores de celular – um verdadeiro arsenal contra irregularidades.

A instituição foi a primeira a organizar concurso público para o Exército Brasileiro: os certames da Escola Preparatória de Cadetes do Exército (Espcex) e o de admissão do Colégio Militar de Salvador (CMS). Fazem parte do portfólio do Idib, também, o Ministério da Economia; o Departamento Penitenciário Nacional (Depen); a Ordem dos Advogados do Brasil de GO; o Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região, na BA; a Eletrobrás do PI; os governos dos estados de GO e PE; os Conselhos Regionais de Medicina do RJ, PE e MT; o Conselho Regional de Farmácia de MS; o Conselho Regional de Odontologia de PE; as Polícias Militares da PB e do ES; o Ministério Público do Estado do RS e a Câmara Municipal de Maceió.
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Publicidade
Publicidade

Notícias relacionadas

Política

Com o objetivo de cuidar da saúde das crianças, a Prefeitura de João Pessoa vai realizar, neste domingo (26), mais um ‘Dia D’ de...

Política

O pré-candidato a deputado federal, Antônio Cristovão Neto (Queiroguinha), vem consolidando cada vez mais seu projeto de chegar a Câmara nas eleições de outubro....

Política

O “Olê, olê, olê, olá, Lula, Lula”  ecoou no Parque do Povo durante o show da cantora Juliette, na noite desta sexta-feira (24), dia...

Política

Deputadas cobraram a efetiva implementação da lei aprovada em 2021 que estabelece regras para prevenir e reprimir a violência política contra a mulher (Lei...

Copyright © 2020 js freelas.