Em um mês, 4,5 mil municípios aderem ao repasse para estruturar o Sistema Único de Assistência Social – André Gomes
Siga nas redes sociais

Política

Em um mês, 4,5 mil municípios aderem ao repasse para estruturar o Sistema Único de Assistência Social

Transferência do cofinanciamento federal é destinada à compra de Equipamentos de Proteção Individual, alimentos e ações socioassistenciais no enfrentamento ao Covid-19

Secretária nacional de Assistência Social do Ministério da Cidadania, Mariana Neris

Publicada no Diário Oficial da União em 29 de abril, a Portaria n 369 estabeleceu o repasse financeiro emergencial de recursos do Governo Federal para estruturar o Sistema Único de Assistência Social (SUAS) nos estados e municípios, auxiliando usuários e trabalhadores no combate ao Covid-19. Em apenas um mês, 4.504 municípios – 80,9% dos elegíveis – preencheram o Termo de Aceite dos valores, o que significa um investimento de R$ 745 milhões.

Para aumentar a capacidade da assistência social no atendimento às pessoas em situação de vulnerabilidade, especialmente em função da pandemia, o recurso é destinado à compra de equipamentos de proteção individual (EPIs) para profissionais do SUAS, na aquisição de alimentos para pessoas acolhidas e para estruturar ações socioassistenciais, possibilitando, por exemplo, a oferta de novas vagas e de mais espaços de acolhimento.

Neste primeiro mês da publicação da Portaria nº 369, surpreendeu a adesão da região Nordeste – praticamente todos os estados já superam 75% de aceites. “Esse é um desempenho que se destaca em relação ao restante do país, em que a maioria está entre 50% e 75% dos municípios dos estados com adesão ao cofinanciamento federal”, detalha Mariana Neris.

Apenas para o Nordeste, os recursos aceitos somam R$ 34 milhões para EPIs, R$ 30 milhões para alimentos e R$ 68 milhões para ações assistenciais. No ranking por municípios, a cidade de Maceió (AL) aparece em primeiro lugar na oferta de alimentos (11.281). “É um período bastante delicado que a gente está vivenciando, e esses alimentos vão chegar em um momento importante para essas instituições”, destaca o secretário de Assistência Social de Maceió, Henrique Alves Pinto.

Critérios

Os recursos para o SUAS foram garantidos por meio da Medida Provisória nº 953, publicada em 16 de abril, que abriu crédito extraordinário de R$ 2,5 bilhões. Para serem elegíveis a receber os EPIs, estados, municípios e o Distrito Federal precisam ter unidades como Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), Centros de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), Centro-Dia, Centro-Pop, Centros de Convivência e Unidades de Acolhimento.

Já para receberem os alimentos, o requisito é ter Centros-Dia ou Unidades de Acolhimento para idosos ou pessoas com deficiência. O referencial para cálculo do valor dos repasses é o número de pessoas atendidas nas unidades em abril de 2020. No caso dos Centros-Dia, a referência será o Censo do Sistema Único de Assistência Social de 2019.

 

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Notícias relacionadas

Política

O ponto facultativo do Dia do Servidor, comemorado tradicionalmente no dia 28 de outubro pela Prefeitura de João Pessoa, será transferido neste ano para...

Política

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) dá seguimento a uma nova pauta de distribuição de vacinas contra a covid-19. Nesta quarta-feira (20), serão...

Política

A Prefeitura de João Pessoa começa a aplicar, nesta quarta-feira (20), a D1 em adolescentes a partir de 14 anos sem comorbidade. A campanha...

Política

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), inaugura, nesta quinta-feira (21), na cidade de São José de Piranhas (PB), o...

Copyright © 2020 js freelas.