Mais de 20 toneladas de alimentos arrecadados pela Banda Furdunço são entregues em Campina Grande – André Gomes
Siga nas redes sociais

Cotidiano

Mais de 20 toneladas de alimentos arrecadados pela Banda Furdunço são entregues em Campina Grande

Durante a entrega dos alimentos na Apae realizada por um dos integrantes da banda, Thiago Melo, a diretora da instituição Rosilene Silva Sousa destacou a iniciativa da Furdunço

Foto: Divulgação

As últimas toneladas de alimentos arrecadados com a live realizada pela Banda Furdunço foram entregues em Campina Grande a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), a Casa da Criança Doutor João Moura e também a programas sociais mantidos pela igreja católica. Cada uma das instituições recebeu uma tonelada de alimentos, das mais de 20 arrecadas. A iniciativa foi uma forma que os integrantes da banda encontrou para ajudar pessoas, instituições, músicos e artistas que estão com as atividades suspensas há mais de 60 dias em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

Os alimentos também foram doados a Igreja do Rosário, Associação dos Transportes escolares de Campina Grande, ao Lar da Sagrada Face São Vicente de Paulo, ao Grupo de Apoio a Vida (GAV), ao Sopão das Três Irmãs, ao Projeto Tamanquinho das Artes, a Casa do Poeta, ao Santuário Diocesano São Padre Pio e Paróquia São João Paulo II, através de Padre Rodolfo, além de projetos sociais nas cidades de Picuí e Olivedos, por meio dos padres Hachid e Hermes, respectivamente. Os alimentos também foram entregues a famílias de ex-atletas que residem na cidade e ainda a famílias do lixão. Ainda foram distribuídas máscaras e produtos de limpeza em hospitais de Campina Grande e cestas básicas a famílias carentes de João Pessoa.

Durante a entrega dos alimentos na Apae realizada por um dos integrantes da banda, Thiago Melo, a diretora da instituição Rosilene Silva Sousa destacou a iniciativa da Furdunço e agradeceu a doação feita a instituição. “Temos um grupo que é muito carente e esses alimentos serão de extrema importância para cada um deles. Só nos resta agradecer a todos da banda e também a todos que contribuíram com esse ato de solidariedade”, disse.

Na Casa da Criança Doutor João Moura os alimentos foram recebidos pela secretária da instituição, Maria Betânia de Sousa Barros. Para ela, a contribuição da Banda Furdunço será essencial na entrega de cestas básicas a 253 famílias de Campina Grande. “A gente agradece a todos que se empenharam a realizar essa ação. Doar para 253 famílias que estão esperando a nossa quarta etapa da cesta básica. Continuem a fazer o bem sem olhar a quem”.

O padre Rodolfo também agradeceu as doações e disse que iniciativas como essa garantem a manutenção dos programas sociais promovidos pela igreja católica. “Quero agradecer esse gesto de caridade e partilha. Que Deus derrame bênçãos do céu em cada um que contribuiu com essa ação”, disse.

História

A banda Furdunço nasceu de uma roda de amigos, e entre diversos encontros para confraternizar a amizade surgiu a ideia de criar um grupo de pagode em 1998. De início um grupo pequeno, uma Roda de Samba, com Túlio, Thiago, Danilo, Tovar e Almir, mas que logo em seguida devido ao número de participações em eventos, se viu a necessidade de aumentar o grupo e criar uma banda, sendo o Furdunço um dos precursores do evento de bastante sucesso ‘O Domingo Tem Pagode na Cidade de Campina Grande’ ainda em 1998.

Logo em seguida com o crescimento e divulgação na região, a banda realizou participações em grandes eventos como Micarande, shows no Spazzio (com Ivete Sangalo, klb, Os Travessos e outros), Vila Forró (Raça Negra, Arte Popular e outros), Forrock em João Pessoa  (Paralamas do Sucesso, Magníficos e outros), e em várias cidades do interior da Paraíba como Cajazeiras, Patos, Sousa, e em Natal-RN.

A Banda deu um tempo no final do ano 2000, voltou a se reunir em 2005 para um Réveillon na Cidade de Campina Grande e desde então vem se reunindo para realizar participações a exemplo de 2018 nos 20 anos da banda, com ‘Furdunço Retro 90’ no Baile Verde e Branco do Clube Campestre. Furdunço que sempre teve em sua marca a irreverência e como o próprio nome sugere, a “bagunça” vem na mistura de ritmos e estilos musicais trazendo para o bom e velho samba.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Notícias relacionadas

Cotidiano

A Polícia Militar prendeu um homem envolvido em um homicídio, na noite do último sábado (18), no município de Juru, que fica a 386...

Cotidiano

O tenor Jean William, considerado dono de uma das vozes mais notórias da música erudita brasileira contemporânea, se apresenta em João Pessoa nesta quarta-feira...

Cotidiano

A paraibana Laís Menezes brilhou no palco do The Voice Brasil Kids, exibido pela Rede Globo, na tarde deste domingo (12). Estreando a fase...

Cotidiano

O deputado federal Julian Lemos (PSL) anunciou uma recompensa no valor de R$ 10 mil, neste domingo, para quem informar o paradeiro do empresário...

Copyright © 2020 js freelas.