Oito paraibanos conquistam medalhas nas Paralimpíadas de Tóquio – André Gomes
Siga nas redes sociais

Política

Oito paraibanos conquistam medalhas nas Paralimpíadas de Tóquio

Oito atletas paraibanos conquistaram medalhas nas Paralimpíadas de Tóquio, encerradas neste domingo (5). No atletismo,  Petrúcio Ferreira manteve o favoritismo e levou o ouro nos 100 metros rasos e ainda conquistou o bronze nos 400 metros, além de Cícero Valdiran, que ficou em terceiro no pódio do lançamento de dardo. No goalball masculino, da equipe campeã, integram a seleção brasileira os paraibanos Emerson Silva e José Roberto, enquanto no parataekwondo, Silvana Fernandes brilhou com o bronze.

Mais três atletas ganharam a medalha de ouro no futebol de 5, são eles: Damião Robson, Matheus Costa e Luan Lacerda, já que a seleção do Brasil sagrou-se pentacampeã paralímpica e que tem a comissão técnica composta pelos paraibanos: Fábio Luiz (técnico), Josinaldo Costa (assistente técnico), Alexandre Sérgio (analista técnico), Edson Gomes (preparador físico) e Harekson Barbosa (fisioterapeuta).

A natação brasileira no evento, que conquistou o maior número de medalhas em uma edição dos Jogos, totalizando 23, tem na equipe o enfermeiro Adeildo Dantas. Já o técnico do atletismo, Pedro Almeida, também é paraibano, assim como o treinador da seleção brasileira de vôlei sentado feminino, que levou o bronze, Agtônio Guedes.

“É indiscutível a potência paralímpica que é a Paraíba, pois mais uma vez, só de atletas, foram oito medalhistas, sem contar com os que compõem comissão técnica nas modalidades. Isso também é fruto de um trabalho de base bem feito que é realizado aqui no Estado, onde o Governo executa inúmeros projetos e programas que beneficiam o paradesporto. De parabéns aos que subiram no pódio e ainda aqueles que conseguiram o índice para estar no Japão, apesar de não terem vencido medalha, pois só em estar lá, já deu orgulho à Paraíba”, disse José Marco, secretário executivo de Esporte e Lazer.

José Marco ainda destacou o incentivo do Bolsa Esporte, programa que beneficia financeiramente desportistas e paradesportistas paraibanos. “Dos oito medalhistas, temos Emerson Silva, Damião Robson, Petrúcio, Cícero Valdiran e Silvana Fernandes, que recebem o incentivo do programa Bolsa Esporte, que veio em 2020 para contribuir e muito para o avanço do nosso esporte e do paradesporto. O programa do Governo do Estado contempla não só atletas, como paratletas e também os técnicos”, concluiu o secretário.

As Paralimpíadas de Tóquio iniciaram no dia 24 de agosto e o Brasil ficou na sétima colocação no quadro geral de medalhas com 72 no total, sendo 22 de ouro, 20 de prata e 30 de bronze. “Foi o melhor desempenho do Brasil na história dos Jogos e os paraibanos contribuíram para isso. Realmente é emocionante ver nosso estado brilhando do outro lado do mundo, como foi agora em Tóquio”, frisou Jean Klaud, que é gerente executivo do paradesporto da Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Notícias relacionadas

Política

O Plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (22) a proposta de emenda à Constituição da reforma eleitoral (PEC 28/2021), mas rejeitou a volta das...

Política

A Prefeitura de João Pessoa continua, nesta quinta-feira (23), sua campanha de imunização contra a Covid-19 com a aplicação da primeira dose para o...

Política

A deputada estadual Doutora Paula (Progressistas) defendeu nesta quarta-feira (22), ao lado do prefeito José Aldemir (Progressistas), a instalação do Instituto Federal de Educação,...

Política

Quinze cachaças paraibanas foram premiadas na 20ª Edição do Concurso de Vinhos e Destilados do Brasil – Premiação 2021. Para o deputado estadual e...

Copyright © 2020 js freelas.