Pedro pede à Prefeitura de João Pessoa vacinação de estudantes de saúde expostos à covid-19 – André Gomes
Siga nas redes sociais

Política

Pedro pede à Prefeitura de João Pessoa vacinação de estudantes de saúde expostos à covid-19

Foto: Assessoria

O deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) defende que estudantes de cursos da Saúde, que tenham maior exposição ao coronavírus, sejam inseridos no Plano de Imunização de João Pessoa. Ele se reuniu com os acadêmicos de Medicina e ouviu as demandas do grupo, que semanalmente vão aos hospitais e nas unidades básicas de Saúde por conta das aulas práticas.

Na capital paraibana, estudantes que fazem o período de internato já estão sendo imunizados. Durante o encontro, Pedro ouviu os universitários, que argumentam que alunos do 4º ao 8º período, que integram o ciclo clínico, também são expostos em hospitais e unidades de saúde durante as aulas e por isso, devem ser vacinados.

“Minha defesa é em favor de todos acadêmicos da área da Saúde, que por conta das aulas e do aprendizado, precisam estar nos hospitais. Eles merecem prioridade. Vamos fazer uma frente para levar esses argumentos à Prefeitura de João Pessoa”, afirmou.

Pedro ressalta que alguns municípios, como Campina Grande e Recife, já iniciaram a etapa de vacinação desse grupo e já pondera, inclusive, começar a imunizar estudantes do 1º ao 3º período, que são os semestres iniciais e vão com menor frequência às unidades hospitalares.

Aulas presenciais

Vinicius Palmeira, estudante de Medicina, explicou, durante o encontro, que o último decreto publicado em João Pessoa permite aulas práticas para alunos concluintes do ensino superior, que são os que já fazem o internato. Ainda assim, ele argumentou que estudantes do ciclo clínico e ciclo inicial, que vão do 1º ao 8º período, também têm aulas presenciais em sua grade e precisam que elas sejam liberadas.

O parlamentar lamenta o prejuízo educacional não só dos estudantes da saúde, mas de todas as áreas, que precisaram migrar, há mais de um ano, para o modo de ensino remoto e ainda persistem nessa forma.

“A longo prazo, vamos pagar caro por isso. Desde o começo da pandemia tenho alertado sobre o perigo que isso significa para a Educação do país, e hoje, mais de um ano depois, ainda é preciso falar do que me parece óbvio, que as instituições de ensino seguem sendo ignoradas, sem um plano equilibrado para o retorno das aulas presenciais, e sem expectativa que isso aconteça em breve”, considerou.

Também participou do encontro o vereador de João Pessoa, Milanez Neto (PV), que ao término da reunião solicitou audiência com o secretário de saúde de João Pessoa para levar os argumentos da comissão.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Notícias relacionadas

Política

A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) debateu o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício 2022 nesta manhã de quarta-feira...

Política

O prefeito de Cajazeiras, José Aldemir (Progressistas), foi intubado nesta quarta-feira (16) e será transferido para continuar o tratamento em São Paulo, no Instituto...

Política

O Tribunal de Contas do Estado, reunido em sessão ordinária por videoconferência, nesta quarta-feira (16), aprovou as contas de 2019 das prefeituras de Ibiara,...

Política

O governador João Azevêdo desmentiu, nesta quarta-feira (16), fakenews disseminadas nas redes sociais em relação à gestão da Companhia de Água e Esgotos da...

Copyright © 2020 js freelas.