Com onda de calor, CRMV-PB alerta para cuidados com pets – André Gomes
Siga nas redes sociais

Cotidiano

Com onda de calor, CRMV-PB alerta para cuidados com pets

A Paraíba, como outros estados brasileiros, vem sofrendo com uma onda de calor. O Conselho Regional de Medicina Veterinária da Paraíba (CRMV-PB) alerta que com aumento das temperaturas, os tutores de pets devem estar atentos à saúde dos animais e lista cuidados para enfrentar os dias quentes sem sofrimento.

O conselheiro do CRMV-PB, o médico-veterinário Altamir Costa, destaca que o calor excessivo pode provocar desidratação que resulta em complicações respiratórias e cardíacas; insolação; estresse; e até mesmo provoca a morte do animal. “Nos dias quentes, os animais podem apresentar sinais que não estão bem e isso deve ligar o sinal de alerta nos tutores. Sintomas iniciais, como respiração ofegante excessiva e comportamento irregular, não devem ser ignorados, pois podem agravar-se rapidamente”, orientou.

Altamir Costa firma que é recomendável que com aumento das temperaturas, que os tutores fiquem atentos a quaisquer alterações no comportamento dos pets e reforcem os cuidados com hidratação adequada e banhos refrescantes. “Qualquer sintoma, procure um médico-veterinário”, orientou.

Entre os cuidados, o médico-veterinário lista: evitar deixar os animais em veículos, já que eles podem superaquecer rapidamente; proporcionar ambientes frescos em casa, com acesso à água abundante e, se possível, áreas de resfriamento; levar água fresca durante os passeios com os pets; trocar frequentemente a água dos animais; adaptar a rotina de exercícios; usar protetor solar específico para animais em áreas sensíveis, como as pontas das orelhas e o nariz.

Para refrescar os pets é recomendado utilizar formas alternativas como piscinas infantis, bacias com água, além de tapetes gelados ou toalhas úmidas, tudo com a supervisão do tutor. Também podem oferecer para os pets picolés de sachê, de água de cozimento de frango, de frutas e água de coco, além de colocar gelo na água dos animais.

Hipertermia

Nesta época do ano são comuns relatos de casos de hipertermia. Altamir explica que ela acontece quando a temperatura do animal aumenta muito e isso eleva o risco de falência múltipla de órgãos, que pode provocar a morte. “Se a respiração está ofegante e apresentar batimentos cardíacos acelerados, procure imediatamente o médico-veterinário. Em casos mais graves os animais podem apresentar língua arroxeada, desorientação, tremores, desmaio e vômitos”, disse.

Atenção redobrada

O médico-veterinário orienta que é preciso uma atenção redobrada a cachorros filhotes, idosos, obesos e braquicefálicos (de crânio achatado e focinho curto), pois eles têm mais dificuldade em suportar altas temperaturas. “Esse grupo tem mais tendência a apresentar problemas respiratórios e dificuldade em perder calor. É preciso ficar atento a qualquer sinal de cansaço ou respiração mais ofegante”, recomendou.

Animais de rua

Altamir pede que as pessoas e os estabelecimentos comerciais ofereçam água para animais em situação de rua. “Eles sofrem muito com essa onda de calor e é questão de humanidade cuidar desses seres indefesos. Por isso, sempre que possível, deixe um potinho com água para eles”, falou.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove − 1 =

Publicidade
Publicidade

Notícias relacionadas

Cotidiano

O Sistema Nacional de Emprego na Paraíba (Sine-PB), a partir desta segunda-feira (17), disponibiliza 435 vagas de emprego em 10 municípios paraibanos. Em João...

Cotidiano

A nova lei de licitações e a sua aplicação para os editais de contratação dos serviços de comunicação estiveram em discussão nesta quarta-feira (14)...

Cotidiano

Linda Carvalho e Sérgio Montenegro receberam a missão de comandar o projeto da Record Tv, que vai mostrar ao vivo, para todo o Nordeste,...

Cotidiano

A junina Fogueirinha, do bairro de Cruz das Armas, é a campeã do Festival de Quadrilhas Juninas de João Pessoa 2024. O resultado foi...

Copyright © 2023 Feito com JS Dev.