Compra superfaturada de peças e pneus rende débito de R$ 44,6 mil a ex-prefeito de Camalaú – André Gomes
Siga nas redes sociais

Política

Compra superfaturada de peças e pneus rende débito de R$ 44,6 mil a ex-prefeito de Camalaú

A 1ª Câmara do Tribunal de Contas da Paraíba impôs ao ex-prefeito de Camalaú, Alecsandro Bezerra dos Santos, o débito de R$ 44.671,14, em razão da procedência de denúncia contra ele formulada por vereadores acerca do superfaturamento de peças e pneus destinados a veículos a serviço do município (Processo 11695/20).

Em seu voto, o conselheiro Antonio Gomes Vieira Filho, relator do processo, observou que essas aquisições também serviram a carros inexistentes e a um deles pertencente ao município de Gurjão. A 1ª Câmara ainda entendeu pela irregularidade de quatro pregões presenciais da Prefeitura de Camalaú para locação de uma camioneta e um caminhão (objetos, também, de denúncia) impondo ao mesmo ex-gestor municipal a multa de R$ 12.392,52. Cabem recursos contra ambas as decisões.

O Instituto Cachoeirense de Previdência Municipal teve dois dirigentes no exercício de 2022. O órgão fracionário do TCE aprovou com ressalvas as contas do primeiro deles, Guilherme Cândido Batista (que esteve apenas 20 dias no cargo), e reprovou as de Maria Araújo Pereira, a gestora seguinte. A Universidade Estadual da Paraíba e a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano tiveram termos aditivos a seus contratos aprovados na manhã desta terça-feira (23).

O Processo 001139/13 oriundo da Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento do Estado e atinente à execução do gramado da Vila Olímpica Ronaldo Marinho (antigo Dede) e obras no Estádio José Américo de Almeida seguiram com vista ao conselheiro Fernando Catão. A Inspeção Especial de Licitações e Contratos decorrente de dispensa de licitação para aquisição de alimentos destinados à Merenda Escolar e à Rede de Restaurantes Populares (Processo 04330/20) teve como resultado a regularidade das despesas então efetuadas pela Prefeitura de Bayeux.

SÚMULA

De janeiro até o último dia 16, a 1ª Câmara do TCE julgou 2.936 processos. Foram 1.879 atos de pessoal, 103 contas anuais do Poder Legislativo, 12 Secretarias Municipais, 73 organismos das administrações indiretas e três inspeções de obras públicas.

Ainda, 358 licitações e contratos, 80 inspeções especiais, 151 denúncias, 11 concursos públicos, 151 recursos e 99 verificações de cumprimento de decisões. Houve, além disso, o julgamento de 16 processos de natureza diversa.

A 1ª Câmara do Tribunal de Contas da Paraíba é composta pelos conselheiros Fernando Catão (presidente), Fábio Nogueira, Antonio Gomes Vieira Filho e Renato Sérgio Santiago Melo (substituto). O Ministério Público de Contas está aí representado pelo subprocurador geral Luciano Andrade Farias. A TV TCE-PB, Canal no YouTube, exibe todos os julgamentos.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 + treze =

Publicidade
Publicidade

Notícias relacionadas

Política

Estão abertas as inscrições para o Seminário sobre “Atualização das Normas e os Desafios dos Agentes Políticos em Ano Eleitoral” realizado pela Federação das...

Política

João Pessoa será confirmada, nesta segunda-feira (4), como cidade-sede dos Jogos da Juventude 2024. O governador João Azevêdo, assinará, às 10h, no ginásio principal...

Política

Com mais de 140 ruas já executadas, somando cerca de 70 quilômetros, o programa Asfalto Novo, da Prefeitura de João Pessoa, segue melhorando a...

Política

O Sistema Nacional de Emprego da Paraíba (Sine–PB) disponibiliza, a partir desta segunda-feira (4), 436 vagas de emprego em dez municípios, além da Capital....

Copyright © 2023 Feito com JS Dev.