Garrancho se diz preparado para governar Princesa e descarta ser vice: “Não me interessa” – André Gomes
Siga nas redes sociais

Política

Garrancho se diz preparado para governar Princesa e descarta ser vice: “Não me interessa”

O presidente da Câmara Municipal de Princesa Isabel, Ednaldo Melo, mais conhecido como Garrancho, afirmou durante entrevista ao programa Poder e Notícia, da Rádio Princesa FM, que está preparado para governar Princesa, caso seja o escolhido do grupo para suceder o prefeito Ricardo Pereira. Sobre a possibilidade de ser vice-prefeito na chapa, o presidente disse que não interessa disputar a majoritária nesse espaço.

“Eu sei da minha responsabilidade e compromisso com Princesa e estou preparado se for o escolhido do grupo. Coloquei meu nome a disposição para a disputa porque as pessoas estavam pedindo. Se eu for o candidato defenderei o povo de Princesa, mas também se não for, seguirei meu caminho”, disse Garrancho, afirmando que não interessa compor a chapa como candidato a vice-prefeito.

Sobre um possível rompimento com Ricardo Pereira caso não seja o escolhido do grupo, Garrancho descartou a possibilidade. “Somos um grupo e não vejo essa possibilidade de rompimento”, destacou.

Durante a entrevista, o presidente da Câmara defendeu que a escolha do nome que disputará a Prefeitura de Princesa deve levar em conta os números das pesquisas de intenção de voto. “Sabemos que a última palavra será de Ricardo, mas devemos observar as pesquisas e o que a população prefere. Tenho certeza que Ricardo vai fazer uma análise sobre esse tema. O momento a preço de hoje, pelo povo, a escolha seria pelo meu nome”, frisou.

Desafios

Questionado sobre os desafios de Princesa administrativamente, Garrancho disse que o grande gargalo da cidade hoje é a construção de um novo cemitério.

Reeleição

Sobre uma possível reeleição, o presidente da Câmara desconversou e não respondeu diretamente se abriria mão para uma possível volta de Ricardo Pereira à Prefeitura em 2028. Mas disse que a presença de Ricardo no governo é fundamental. “A participação dele é de fundamental importância, pois é um professor e tem conhecimento vasto na administração. Quero por perto, mas digo que quem vai gerir e administrar sou eu”, pontuou.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × quatro =

Publicidade
Publicidade

Notícias relacionadas

Política

Trinta e seis municípios da Paraíba têm o número de contratações por excepcional interesse público maior do que o número de servidores efetivos. Em...

Política

O Grupo de Trabalho de Prevenção e Combate à Violência Política de Gênero do Ministério Público Federal (MPF) acompanha em todo o país cerca...

Política

Os pequenos negócios da Paraíba fecharam o período do quadrimestre de 2024 com o saldo de 7.325 novos postos de trabalho no mercado. O...

Política

O governador João Azevêdo participou, virtualmente, da 33ª reunião ordinária do Conselho Deliberativo (Condel) da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), ocasião em que...

Copyright © 2023 Feito com JS Dev.