João Azevêdo destaca união de forças dos estados do NE para investimentos em segurança hídrica – André Gomes
Siga nas redes sociais

Política

João Azevêdo destaca união de forças dos estados do NE para investimentos em segurança hídrica

O governador João Azevêdo participou, nesta terça-feira (26), em João Pessoa, do Seminário Internacional sobre a Iniciativa de Segurança Hídrica para o Nordeste (ISHN). O evento promovido pelo Banco Mundial e o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste (Consórcio Nordeste) segue até esta quarta-feira (28) e tem o objetivo de discutir a gestão sustentável da infraestrutura hídrica e o gerenciamento de recursos hídricos em tempos de seca.

Na ocasião, o chefe do Executivo estadual ressaltou a importância da troca de experiências entre os estados do Nordeste e destacou que a Paraíba tem investido mais de R$ 2,5 bilhões em recursos hídricos. “A união de forças é fundamental para enfrentar o problema da escassez de água e este seminário pode trazer sugestões e alternativas para uma grande maioria dos estados do Nordeste. Na Paraíba, temos grandes obras para trazer segurança hídrica e realizado uma gestão importante desses recursos. Estamos construindo as adutoras do Cariri e do Curimataú para atender regiões com menores incidências de chuvas, temos um importante programa de segurança de barragens, demonstrando o nosso olhar especial para este segmento, uma vez que 90% dos nossos municípios estão no semiárido”, frisou.

A especialista sênior em Gestão de Recursos Hídricos do Banco Mundial, Paula Freitas, afirmou que o seminário irá permitir o aprofundamento de diálogo com os estados da região Nordeste para a definição de soluções conjuntas a fim de avançar nas ações de segurança hídrica. “O Banco Mundial tem uma parceria longa com o Consórcio Nordeste na área de água, pensando nos desafios que a região tem com os impactos da seca e as necessidades de fortalecer a sua segurança hídrica em diversos momentos. Nessa linha de atuação, temos engajamento com alguns estados e entendemos que uma visão regional teria a possibilidade de alavancar melhor as soluções para os estados, olhando em paralelo para as individualidades”, comentou.

A diretora interina da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico, Ana Carolina Argolo, evidenciou a importância da integração das instituições para garantir ações efetivas para oferta de água para a população. “O governo federal está presente nesta discussão para falar sobre segurança hídrica no Nordeste. Essa é uma pauta que precisa de um esforço técnico, social e financeiro conjunto. Aprendemos que precisamos atuar não apenas na infraestrutura, mas na gestão dos recursos para alcançar os nossos objetivos e criar mecanismos que mitiguem mudanças climáticas, pensando sempre em qualidade e quantidade de uma forma democrática”, disse.

O presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Marcelo Pinto, parabenizou o Banco Mundial pela realização do evento e reunir diversas entidades ligadas ao gerenciamento de recursos hídricos para debater problemáticas e discutir soluções. “Nós estamos atuando em diversas frentes para compartilharmos projetos para podermos de forma conjunta viabilizar obras, garantir segurança hídrica e minimizar os problemas da seca no Nordeste”, pontuou.

Participaram da abertura do seminário Johannes Zutt (diretor do Banco Mundial para o Brasil), Giuseppe Serra Seca (secretário nacional de Segurança Hídrica), além dos auxiliares da gestão estadual Deusdete Queiroga (secretário da Infraestrutura e dos Recursos Hídricos), Virgiane Melo (secretária executiva da Infraestrutura e dos Recursos Hídricos), Marcus Vinícius Neves (presidente da Cagepa) e Porfírio Catão (presidente da Aesa).

Seminário Internacional sobre a Iniciativa de Segurança Hídrica para o Nordeste (ISHN)

O evento visa estimular a troca de experiências e conhecimentos, acesso a boas práticas e inovações internacionais, discussão de desafios comuns e regionais, e a identificação de uma agenda integrada de ações políticas para abordar as questões de segurança hídrica na região. A iniciativa faz parte do Memorando de Entendimento (MdE) assinado entre o Banco Mundial e o Consórcio Nordeste de mitigar os efeitos do El Niño na região.

Na oportunidade, será formalizado o arranjo institucional para a continuação da ISHN e acordado uma agenda de temas futuros para identificação de possíveis apoios do Banco Mundial. O evento reúne gestores públicos, secretários de estado e dirigentes das agências de água nos estados, bem como representantes de órgãos federais.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + onze =

Publicidade
Publicidade

Notícias relacionadas

Política

O governador João Azevêdo recebeu, nesta quinta-feira (23), em João Pessoa, o embaixador de Portugal no Brasil, Luís Felipe Faro, ocasião em que apresentou...

Política

As principais regras para as Eleições municipais deste ano serão abordadas no Workshop Eleições 2024, que será realizado no próximo dia 28 de maio,...

Política

O Tribunal de Contas do Estado vai criar um grupo de trabalho para analisar os indicadores do Estado em relação ao alto índice de...

Política

O governador João Azevêdo anunciou a antecipação do pagamento da primeira parcela do décimo terceiro salário para todos os servidores públicos estaduais, que será...

Copyright © 2023 Feito com JS Dev.