João Azevêdo diz que livro sobre governantes garante preservação da história da Paraíba – André Gomes
Siga nas redes sociais

Política

João Azevêdo diz que livro sobre governantes garante preservação da história da Paraíba

O governador João Azevêdo participou, na tarde desta sexta-feira (17), no Centro Cultural São Francisco, em João Pessoa, do lançamento do livro “Governantes da Paraíba — Colônia, Império e República”. A obra, de autoria do jornalista Hélio Zenaide (in memorian) e do desembargador Marcos Cavalcanti, com apresentação do próprio chefe do Executivo estadual e selo da editora A União, conta a trajetória de todos os governantes da Paraíba, do período colonial aos dias atuais.

Com a morte do historiador e jornalista Hélio Zenaide, em 2017 e aos 90 anos, a conclusão da pesquisa para o livro ficou sob a responsabilidade do desembargador Marcos Cavalcanti, que trabalhou ainda na revisão geral e complementação do livro, de forma que a série histórica contemplasse de João Tavares (1585) ao atual governador da Paraíba.
Na ocasião, o gestor paraibano destacou a importância da obra e o sentimento de satisfação do Governo do Estado, por meio Empresa Paraibana de Comunicação (EPC), na concretização do projeto. “É extremamente importante para um povo quando ele tem a capacidade de contar sua própria história. Deixar registrado o que aconteceu na Paraíba ao longo de todos esses anos é fundamental não apenas para os pesquisadores, mas também para a população, que precisa conhecer a sua própria história”, afirmou.

E ressaltou: “Para mim, é um prazer redobrado — na condição de governador, ver concluída uma obra dessa, com a importância que teve a EPC para a conclusão deste livro, que tenho certeza absoluta que deverá estar nas bibliotecas do Brasil. Quando o material me foi apresentado, logo entendi a sua relevância.  Com essa publicação, estamos contribuindo para democratizar conhecimentos que explicam a nossa formação enquanto povo paraibano. Esse livro é um legado importante para que as gerações atuais e futuras conheçam nossa história e dela se orgulhem”.

Para o desembargador Marcos Cavalcanti, concluir a obra trouxe sentimentos como satisfação e alegria. “Concluir esse livro foi muito prazeroso porque eu adoro ler, estudar e pesquisar a história, principalmente a do Brasil e da Paraíba. Os leitores vão encontrar um livro de história escrito de uma forma um pouco diferente. Primeiro porque traz todos os governantes da Paraíba desde o descobrimento do Brasil, além do cuidado de se registrar todos os governantes durante os domínios espanhol e holandês”, disse.

A presidente EPC, Naná Garcez, disse que ao lançar obras como esta, a empresa está cumprindo a sua função. “Na criação da Empresa Paraibana de Comunicação, a própria lei diz que nós temos de desenvolver um trabalho que envolva cultura, música, história e que leve ao exercício da cidadania. Nós temos pautado nossa atuação, seja na Rádio Tabajara, no Jornal A União ou na Gráfica A União em levar ao paraibano o que há de melhor no conhecimento”, destacou.

O lançamento do livro “Governantes da Paraíba — Colônia, Império e República” foi prestigiado, ainda, pelo prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena; pelo presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), João Benedito da Silva; pela presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Fátima Bezerra; pelo padre Marcondes Menezes, diretor do Centro Cultural São Francisco, representando a Arquidiocese da Paraíba; pelo diretor de Mídia Impressa de A União, William Costa; entre outras autoridades,  além de familiares de ex-governadores como Ivan Bichara e Tarcísio de Miranda Burity.

A obra

Com 453 páginas e selo da União Editora, “Governantes da Paraíba — Colônia, Império e República” entrega aos paraibanos parte significativa de uma história que começa logo após o descobrimento do Brasil, tendo como protagonistas os governantes da Paraíba, abordando aspectos políticos, sociais e econômicos,  além de momentos históricos importantes,  como a guerra dos tabajaras e potiguaras.

Segundo a filha de Hélio Zenaide, Valéria Zenaide, as primeiras páginas do livro foram datilografadas e, logo em seguida, digitadas, quando o pai adotou o computador e o notebook — um trabalho ao qual o jornalista se dedicou por anos seguidos. Ele trabalhava em casa, nas bibliotecas e jornais. A impressão era de que a pesquisa nunca acabava. Quando faleceu, em setembro de 2017, deixou a pesquisa até o governo de José Maranhão, ano de 2009.

Para a filha do jornalista Hélio Zenaide, a realização da obra traz muita emoção. “Para a gente que assistiu a tudo isso, desde os anos 80, 90, até agora, é uma emoção muito forte. Além de uma enorme gratidão que toma conta de toda a família em relação às parcerias do desembargador Marcos Cavalcanti e do Governo do Estado, na pessoa do governador João Azevêdo, prevalece, porque sem eles a gente não estaria aqui lançando esse livro”, concluiu.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × dois =

Publicidade
Publicidade

Notícias relacionadas

Política

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) finalizou, nesta segunda-feira (17), o julgamento da primeira ação de violência política de gênero do Estado, condenando...

Política

A senadora Daniella Ribeiro (PSD-PB) comemorou o resultado do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) que nesta segunda-feira (17) condenou o comunicador Célio Alves...

Política

O governador João Azevêdo anunciou, nesta segunda-feira (17), no programa semanal Conversa com o Governador, transmitido em cadeia estadual pela Rádio Tabajara, a antecipação...

Política

Praias lindas, arquitetura histórica, paisagem encantadora, as delícias de uma gastronomia peculiar e, para completar esse cenário que já é perfeito, a cidade de...

Copyright © 2023 Feito com JS Dev.