Pequenos pacientes viram chefs de cozinha e aprendem receitas dentro de hospital – André Gomes
Siga nas redes sociais

Cotidiano

Pequenos pacientes viram chefs de cozinha e aprendem receitas dentro de hospital

Pequenos pacientes que estão internados no Hospital Geral da Hapvida na Paraíba, em João Pessoa, tiveram um dia para lá de especial. Para comemorar o Dia das Crianças, eles viraram chefs de cozinha por um dia, vestiram avental e “toque blanche”, e fizeram cupcake confeitado, salada de frutas e shake divertido.

A ação “Pequenos Chefs” faz parte do projeto “Apaixonados pela Vida”, que realiza ações que acolhem e cuidam com excelência dos clientes durante toda a experiência hospitalar.

Para Kayllane, de 2 anos, a atividade foi uma alegria só. Ela estava internada na UTI, pois tem PTI (Púrpura Trombocitopênica Idiopática). Ela recebeu alta no dia da atividade e comemorou fazendo receitas, comendo e dançando. A mãe, Jamile dos Santos, elogiou a ação e disse que levou alegria para ela e para a sua filha.

Jadeane Araújo, mãe de Francisco, de 3 anos, também gostou muito da atividade. E Iasmim Meireles, mãe do pequeno Wandemberg, de 2 anos, afirmou que a ação levou diversão em um ambiente que é tão tenso.

A diretora médica do hospital, Geórgia Campos, afirmou que a ação traz leveza para o ambiente hospitalar, levando alegria para os pequenos. Ela contou ainda que crianças que estão na UTI ou não puderam sair do quarto participaram de atividades no local onde estavam.

“O objetivo da ação ‘Pequenos Chefs’ é ressignificar esse momento da internação, fazendo com que nossos pacientes possam, nem que seja por um período, esquecer que estão em um hospital e se divirtam. Além disso, essa ação transcende a recreação, pois cozinhar gera aprendizagem, estimula a criatividade, melhora o raciocínio, aprimora a coordenação motora e reforça noções de nutrição e higiene”, disse Franciane Gonçalves, diretora médica de Projetos e Cuidados Especiais da Hapvida NotreDame Intermédica.

Mais informações – A ação transcende a recreação. Entre os benefícios da diversão estão os da aprendizagem, pois cozinhar estimula a criatividade, melhora o raciocínio, leitura e atividades manuais aprimorando a coordenação motora e também reforça noções de nutrição e higiene.

As crianças em oficinas práticas de culinária, quando colocam a mão na massa, são mais receptivas a inserção de novos alimentos no cardápio. Além de que a culinária tem como finalidade estimular a criança a olhar o alimento não só a fim de nutrir-se, mas também como forma de expressão e arte, eternizando  momentos especiais entre crianças e adultos.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × um =

Publicidade
Publicidade

Notícias relacionadas

Cotidiano

Estão abertas as inscrições para o Inova Jampa, que vai discutir sobre ‘BigData – Dados Como Moeda de Poder: Estratégias de Competitividade e Influência...

Cotidiano

O Sistema Nacional de Emprego da Paraíba (Sine-PB), a partir desta segunda-feira (20), disponibiliza 447 vagas de emprego em 12 municípios paraibanos. Em João...

Cotidiano

O primeiro passo para um termo de cooperação técnica em defesa da qualidade da informação e fomento a um laboratório de produção de pesquisas...

Cotidiano

O Sistema Nacional de Emprego da Paraíba (Sine-PB), a partir desta segunda-feira (13), disponibiliza 461 vagas de emprego, em 11 municípios paraibanos. Em João...

Copyright © 2023 Feito com JS Dev.