ALPB aprova projeto que estabelece diretrizes na elaboração das políticas públicas voltadas à população migrante – André Gomes
Siga nas redes sociais

Política

ALPB aprova projeto que estabelece diretrizes na elaboração das políticas públicas voltadas à população migrante

Deputada Camila Toscano

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou o Projeto de Indicação 599/20, de autoria da deputada Camila Toscano (PSDB), que sugere ao Governo do Estado a elaboração de um Projeto de Lei versando sobre os objetivos, os princípios, as diretrizes e as ações prioritárias a serem observadas na elaboração das políticas públicas voltadas à população migrante.

“É necessário que todos os entes federativos atuem para que a população migrante tenha a sua dignidade humana respeitada e fortalecida. Nesse contexto, a proposição ora apresentada, ao estabelecer objetivos, princípios, diretrizes e ações prioritárias para as políticas públicas destinadas à população migrante, visa estabelecer um norte para a atuação do poder público, e principalmente resguardar a dignidade desse segmento populacional”, destacou Camila.

De acordo com o projeto sugerido pela deputada, as políticas públicas do Estado da Paraíba voltadas à polução migrante devem observar os seguintes objetivos: garantir ao migrante o acesso a direitos fundamentais, sociais e aos serviços públicos; promover o respeito à diversidade e à interculturalidade; impedir violações de direitos; e fomentar a participação social e desenvolver ações coordenadas com a sociedade civil.

O projeto diz ainda que são princípios das políticas públicas do Estado da Paraíba voltadas à população migrante, entre outras coisas: acolhida humanitária; igualdade de direitos e de oportunidades, observadas as necessidades específicas dos migrantes; promoção da regularização da situação da população migrante; universalidade, indivisibilidade e interdependência dos direitos humanos dos migrantes e combate e prevenção à xenofobia, ao racismo, ao preconceito e a quaisquer formas de discriminação.

Dentre as diretrizes da atuação do Poder Público Estadual na implementação de políticas públicas voltadas para a população migrante estão: conferir isonomia no tratamento à população migrante e às diferentes comunidades; priorizar os direitos e o bem-estar da criança e do adolescente migrante, nos termos do Estatuto da Criança e do Adolescente; respeitar às especificidades de gênero, raça, etnia, orientação sexual, idade, religião, deficiência e promover abordagem interseccional para combate dos marcadores de subordinação e garantir acessibilidade aos serviços públicos, facilitando a identificação do migrante por meio dos documentos de que for portador.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Notícias relacionadas

Política

Em postagem feita agora há pouco no Twitter, o governador João Azevêdo (Cidadania) afirma ser falsa a informação de que as estradas durante o...

Política

A Paraíba recebeu neste domingo (20) mais 129.250 doses da vacina Astrazeneca que serão distribuídas com os 223 municípios para avanço no processo de...

Política

Os animais de estimação estão presentes em uma quantidade considerável de lares brasileiros. De acordo com dados da Pesquisa Nacional de Saúde do Instituto...

Política

O prefeito de Cajazeiras, José Aldemir, continua internado na UTI do Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, com o mesmo protocolo terapêutico recomendado pelo...

Copyright © 2020 js freelas.