Assembleia aprova projeto de Camila que institui ações de apoio e valorização de Mães de raros – André Gomes
Siga nas redes sociais

Política

Assembleia aprova projeto de Camila que institui ações de apoio e valorização de Mães de raros

As doenças raras afetam até 65 pessoas em cada 100 mil e são classificadas de acordo com os quatro principais fatores: incidência, raridade, gravidade e diversidade. No Brasil, estima-se que cerca de 13 milhões de pessoas possuem alguma doença rara e na Paraíba cerca de 74 mil.

Para garantir suporte para mães atípicas, os deputados estaduais aprovaram   nesta terça-feira (16), o projeto de Lei 930/23, de autoria da deputada Camila Toscano (PSDB) que institui a Campanha Estadual de Valorização às Mães com Filhos Raros. A proposta tem o objetivo de apoiar e promover ações voltadas para as mães que possuem filhos com doenças raras, garantindo seus direitos e o acesso a serviços de saúde, educação e assistência social.

As doenças raras são caracterizadas por sua baixa incidência na população, mas afetam um número significativo de famílias no estado. Segundo Camila, a proposta reconhece o papel fundamental das mães, que dedicam suas vidas ao cuidado de seus filhos, enfrentando inúmeras dificuldades.

“Quem cuida dessas mulheres que dedicam suas vidas aos cuidados dos filhos? Esse é um questionamento que precisa ser feito para que a gente formule políticas efetivas de cuidados com as mães atípicas. Então, essa matéria é um passo indicial, mas precisamos avançar mais”, destacou a deputada.

De acordo com o projeto, o Programa terá como diretrizes: a promoção de políticas públicas integradas; incentivo à pesquisa e estudo de doenças raras; capacitação de profissionais de saúde; promoção de ações de conscientização; e a criação de mecanismos de apoio às famílias afetadas. A deputada Camila explicou que as ações do Programa serão desenvolvidas em colaboração com órgãos e entidades governamentais.

Doenças – Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) mostram que existem cerca de sete mil doenças raras descritas no mundo, sendo 80% de origem genética e 20% de causas infecciosas, virais ou degenerativas. São consideradas Doenças Raras: fibrose cística, psoríase, lúpus, osteogênese imperfeita, mucopolisacaridose (MPS), asma grave, fibrodisplasia ossificante progressiva (FOP), doença falciforme, neuropatias, miopatias e outras.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze − treze =

Publicidade
Publicidade

Notícias relacionadas

Política

O governador João Azevêdo recebeu, nesta quinta-feira (23), em João Pessoa, o embaixador de Portugal no Brasil, Luís Felipe Faro, ocasião em que apresentou...

Política

As principais regras para as Eleições municipais deste ano serão abordadas no Workshop Eleições 2024, que será realizado no próximo dia 28 de maio,...

Política

O Tribunal de Contas do Estado vai criar um grupo de trabalho para analisar os indicadores do Estado em relação ao alto índice de...

Política

O governador João Azevêdo anunciou a antecipação do pagamento da primeira parcela do décimo terceiro salário para todos os servidores públicos estaduais, que será...

Copyright © 2023 Feito com JS Dev.