Violência contra idosos cresce 38% e Assembleia aprova projeto para criação de Centro Integrado para coibir agressões – André Gomes
Siga nas redes sociais

Política

Violência contra idosos cresce 38% e Assembleia aprova projeto para criação de Centro Integrado para coibir agressões

Os casos de violência contra pessoas idosas no primeiro semestre de 2023 aumentaram 38% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo levantamento da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos. Foram mais de 65 mil denúncias e o crescimento foi registrado em todos os estados do Brasil. Para proteger essa população, os deputados estaduais aprovaram o projeto de Indicação 403/2023, de autoria de Jutay Meneses (Republicanos), que sugere ao Governo da Paraíba a criação do Centro Integrado de Atenção e Prevenção à Violência Contra a Pessoa Idosa.

“Temos assistido um assombroso aumento nos casos de violência contra a pessoa idosa nos últimos anos em todo o país e, infelizmente, nossa Paraíba também registra aumento nestes índices. A criação de um centro estadual de Atenção e Prevenção à Violência Contra a Pessoa Idosa, representa importante medida no sentido de garantir a segurança e o bem estar daqueles já passaram dos 60 anos”, destacou Jutay.

De acordo com o deputado, o Centro será um equipamento público que disponibilizará um espaço para recebimento e verificação de denúncias, encaminhamentos para órgãos e instituições voltados ao enfrentamento da violência contra o idoso, além de mediação e conciliação de conflitos envolvendo pessoas idosas e familiares.

Equipe

A unidade contará com uma equipe multidisciplinar, formada por assistentes sociais, psicólogos e advogados que realizarão visitas domiciliares para verificarem o progresso conquistado pelos usuários, além de averiguar denúncias de violência, gerando relatórios periódicos que serão encaminhados para os órgãos competentes.

Conforme o projeto, o Centro terá um contato exclusivo para recebimento de denúncias sobre casos de violência contra a pessoa idosa. Também ofertará cursos, oficinas e grupos de convivência para o fortalecimento de vínculos entre as pessoas idosas, além de promover práticas de vida saudável garantindo mais qualidade de vida aos usuários.

Caberá ao Estado coordenar as ações governamentais para o atendimento dos idosos participantes do Centro, em articulação com as secretarias afins, municípios e organizações representativas da sociedade civil.

Como denunciar

Qualquer tipo de violação contra idosos pode ser denunciado pelo Disque 100. É possível, também, registrar a denúncia pelo site do Ministério dos Direitos Humanos, ou pelo aplicativo de celular. As denúncias podem ser feitas de forma anônima.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 + 1 =

Publicidade
Publicidade

Notícias relacionadas

Política

A Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup) conclama prefeitos e prefeitas da Paraíba a votarem na ‘chapa da renovação’, na eleição da...

Política

A 2ª Câmara do Tribunal de Contas da Paraíba, reunida na manhã desta terça-feira (20), impôs ao prefeito de Cacimba de Areia, Paulo Rogério...

Política

Os parlamentares estaduais aprovaram, nesta terça-feira (20), o projeto de lei 895/2023 de autoria da deputada Camila Toscano (PSDB), que institui a Campanha de...

Política

“É difícil viver em uma área de risco, principalmente na beira do rio”. O desabafo é da dona de casa Cleide Ambrósio, que vivia...

Copyright © 2023 Feito com JS Dev.